Portal de Meio Ambiente (PMA) Brasil - Natal,Rn - Campus UFRN

Termômetro com mercúrio tem uso banido

Divulgado em: 10/07/2017

conasqAquele termômetro de vidro com uma coluna de mercúrio que muita gente ainda tem em casa está com os dias contados. Quase fora de fabricação, o instrumento usado para saber se uma pessoa está com febre terá sua fabricação, uso e importação banida no país até o final de 2018. Fechado, ele é inofensivo, mas se for acidentalmente quebrado e a substância inalada ou mesmo tocada pode trazer sérios riscos à saúde mesmo em pequena quantidade.

 

Nesta quinta-feira (06/07), na 5ª Reunião Ordinária da Comissão Nacional de Segurança Química (Conasq), a Agência Nacional de Saúde (Anvisa), onde nasceu a proposta de eliminar os medidores com mercúrios, confirmou a adoção da medida. Ela atinge também os aparelhos de pressão com mercúrio. “O termômetro de mercúrio vem sendo substituído e os que estão pelas casas das pessoas não representam riscos quando usados adequadamente”, informou o representante do órgão.

 

Segundo ele, a Anvisa está estudando a reformulação de normas para o descarte, para adequá-las à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Novas tecnologias vêm substituindo com vantagens os termômetros de mercúrio, como o digital já popularizado. O cuidado, no entanto, não deve ser deixado de lado, pois a liberação do mercúrio no meio ambiente traz riscos ao solo e aos mananciais hídricos. As normas para descarte do remanescente ainda utilizado em casa, em hospitais e clínicas estão previstas pela política de logística reversa para lixo hospitalar.

 

Letícia Reis, coordenadora geral de Qualidade Ambiental e Resíduos do MMA, disse que “é uma medida defendida no Conasq há muito tempo e antecipa a implementação da Convenção de Minamata sobre Mercúrio, que previa a medida para 2020”. O tratado internacional assinado pelo governo brasileiro e ratificado na terça-feira (04/07) pelo Congresso Nacional trata do banimento do mercúrio de produtos e processos capazes de colocar em risco a saúde humana.

 

Além da eliminação dos instrumentos com mercúrio, a reunião da Conasq abordou outros temas, tais como: amianto, sulfluramida usada como isca formicida, retardantes de chama em eletroeletrônicos e chumbo em tintas.

 

Fonte: Paulenir Constâncio / Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)

Share Button


Todas as notícias.

    Sembragires

    Sembragires

    Sembragires

    MCC

    IAGCA-USP

    MAST

    Expedições 2017.2

    Astronomia no Zênite

    Programas da DMA

    DMA Comunica

    contorno1

    contorno1

    contorno1

    Banner NUPECS

    Banner Parque da Cidade


    Dicas de páginas

    Espaço Amazônia

      Washington Novaes